Todos os últimos desenvolvimentos da guerra na Ucrânia.

Wagner está indo para a África, diz elePrigozhin

O chefe de Wagner, Yevgeny Prigozhin, disse que suas tropas irão para o continente africano em seu primeiro discurso em vídeo desde o motim de curta duração.

Ele confirmou que os mercenários estavam saindo da Ucrânia, criticando o esforço da Rússia na linha de frente como “uma pena”.

Canais de aplicativos de mensagens ligados à empresa militar privada de Prigozhin disseram que ele falou em um acampamento na Bielo-Rússia e publicou um vídeo borrado que pretendia mostrá-lo lá, sua silhueta vista contra o céu ao entardecer.

“Bem-vindos, caras! Estou feliz em cumprimentar todos vocês. Bem-vindo à terra bielorrussa!”, o vídeo mostrou ele dizendo na quarta-feira. “Lutamos com dignidade! Fizemos muito pela Rússia.”

Ele não descartou o retorno de Wagner à Ucrânia no futuro, mas criticou a condução da guerra.

“Podemos retornar à operação militar especial quando tivermos certeza de que não seremos forçados a nos envergonhar”, disse Prigozhin.

Enquanto isso, suas tropas treinarão na Bielo-Rússia e se concentrarão na África para melhorar, acrescentou.

“Faremos do exército bielorrusso o segundo exército mais forte do mundo. Vamos treinar, elevar nosso nível e partir para uma nova jornada para a África”, afirmou o chefe de Wagner.

Wagner está envolvido há anos em negócios obscuros em toda a África, fornecendo proteção a alguns dos regimes mais controversos do continente em troca de direitos de mineração e outros recursos.

Sob um acordo mediado pelo presidente bielorrusso Alexander Lukashenko, Prigozhin cancelou sua rebelião em troca de uma anistia, com ele e Wagner supostamente se mudando para a Bielo-Rússia.

Wagner supostamente entregou algumas de suas armas aos militares russos, enquanto as autoridades do país tentavam neutralizar a ameaça representada pelos mercenários.

O Ministério da Defesa da Rússia disse na quarta-feira que todos os navios que navegam em direção à Ucrânia serão considerados alvos em potencial, suspeitando de transporte de carga militar.

A declaração foi feita no momento em que Kiev revelou seus planos de estabelecer uma rota marítima temporária para as exportações de alimentos após a retirada da Rússia do acordo de grãos.

Em um comunicado publicado no Telegram, o Ministério da Defesa classificou as águas internacionais nas partes noroeste e sudeste do Mar Negro como “temporariamente perigosas” para o transporte marítimo.

“Os países cujas bandeiras esses navios arvoram serão vistos como envolvidos no conflito ucraniano ao lado do regime de Kiev”, afirmou.

A nova disposição entrou em vigor na quarta-feira à meia-noite, disse Moscou, sem detalhar o tipo de ação que tomará contra navios no Mar Negro.

A Casa Branca, em resposta, alertou que os militares russos estão se preparando para possíveis ataques a navios civis no Mar Negro.

“Nossas informações indicam que a Rússia colocou minas marítimas adicionais nas proximidades dos portos ucranianos”, disse o porta-voz do Conselho de Segurança Nacional da Casa Branca, Adam Hodge, em um comunicado.

Suprimentos cruciais de trigo ucraniano e outros cereais foram bloqueados pela Rússia durante os estágios iniciais da guerra, fazendo com que os preços dos alimentos disparassem e desencadeando alertas de fome em certas partes do mundo.

No entanto, um acordo mediado pela ONU-Turquia no verão passado suspendeu o bloqueio, embora a Rússia tenha desistido no início desta semana.

Ataques russos a instalações portuárias continuam destruindo grãos

A Rússia lançou ataques intensos de drones e mísseis durante a noite de quarta-feira, danificando a infraestrutura portuária crítica no sul da Ucrânia, incluindo terminais de grãos e petróleo, segundo autoridades.

Pelo menos 12 pessoas ficaram feridas nos ataques, disseram eles.

O bombardeio danificou partes significativas das instalações de exportação em Odesa e nas proximidades de Chornomorsk e destruiu 60.000 toneladas de grãos, de acordo com o Ministério da Agricultura da Ucrânia.

O ministério estimou que levaria um ano para restaurar as instalações danificadas na quarta-feira, citando vários especialistas.

O grão destruído deveria ter sido carregado em um navio e enviado pelo corredor de grãos há dois meses, disse o comunicado.

“Esses ataques de terroristas russos não estão afetando apenas nosso país, mas também a estabilidade global”, disse o presidente ucraniano, Volodymyr Zelenskyy, durante uma reunião com o primeiro-ministro irlandês em visita a Kiev.

Ele disse que a Ucrânia precisa de mais sistemas de defesa antiaérea para proteger o porto.

Zelenskyy disse que seu governo está tentando encontrar uma maneira de manter um corredor para manter as exportações de grãos fluindo, apesar da decisão da Rússia de abandonar o acordo negociado com a ONU e a Turquia.

O ataque ocorreu dias depois que o presidente Vladimir Putin retirou a Rússia de sua participação na Iniciativa de Grãos do Mar Negro, um acordo de guerra que permitiu que as exportações da Ucrânia chegassem a muitos países ameaçados pela fome.

Putin disse na quarta-feira que a Rússia pode voltar ao acordo se o Ocidente oferecer aos bancos russos envolvidos no serviço de pagamentos para as exportações agrícolas do país acesso imediato ao sistema de pagamento SWIFT. Ele acrescentou inflexivelmente que Moscou quer que suas condições sejam atendidas, não “algumas promessas e ideias”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like

Nove pessoas tentando entrar nos EUA pelo Canadá são resgatadas de um pântano subcongelante

Cruzamentos de migrantes na fronteira canadense disparam Várias agências de emergência e…

Acidente de trem na Índia causado por erro no sistema de sinalização, diz autoridade

Um erro no sistema de sinalização eletrônica levou a o descarrilamento do…

VÍDEO: ASSISTA: Ucranianos desviam de bombas e balas para resgatar cães e gatos presos em enchentes

Depois que a represa em Nova Kakhovka, no sul da Ucrânia, explodiu…

VÍDEO: Assista: calor chega a 46°C em Valência, na Espanha

Atualizado: 10/08/2023 – 20:42 Onda de calor atinge Valência, no leste da…

Caso misterioso de morte de ouriços-do-mar no Caribe foi resolvido por cientistas

Parecia haver uma praga mortal à espreita sob as águas azuis cristalinas…

Repórter investigativo turco Baris Pehlivan condenado à prisão – via mensagem de texto

Mesmo em um país que detém regularmente o recorde mundial de prisão…

Deportar os invasivos “hipopótamos da cocaína” de Pablo Escobar da Colômbia tem um preço alto

A Colômbia disse na quarta-feira que está avançando no transferência de 70…

VÍDEO: ASSISTA: Serviço de Emergência da Ucrânia divulga imagens das consequências de Zaporizhzhia

Atualizado: 10/08/2023 – 13:08 Em imagens divulgadas pelo Serviço de Emergência da…

Turista americano baleado na perna em cidade turística na costa caribenha do México

Novos detalhes surgem no caso de sequestro no México Um turista americano…

Polônia planeja enviar 10.000 soldados na fronteira com a Bielorrússia como ‘dissuasão’

O membro da OTAN alertou recentemente sobre a ameaça representada pelos mercenários…

O Talibã prende o proeminente ativista educacional afegão Matiullah Wesa, fundador da organização Pen Path

Afeganistão regime talibã prendeu um conhecido ativista educacional esta semana por seu…

Coroação do rei Carlos III apresentará fragmentos da “Cruz Verdadeira” oferecida pelo Papa Francisco

Aproxima-se a coroação do rei Carlos III Papa Francisco deu ao rei…

Turista mexicano é morto a tiros durante assalto na cidade turística de Tulum

Um turista mexicano foi morto a tiros no resort de Tulum, na…

Por trás da fabricação do café panamenho de US$ 100 a xícara

O Panamá produz alguns dos melhores cafés do mundo, mas nenhuma bebida…

Protestos na França mostram sinais de esfriamento

Protestos na França mostram sinais de esfriamento – CBS News Assista as…

“Peixe mais profundo do mundo” capturado pela câmera pela primeira vez por cientistas – mais de 27.000 pés abaixo da superfície

Uma grande iniciativa de pesquisa para explorar criaturas do fundo do mar…

Relembrando o jornalista assassinado George Polk

Relembrando o jornalista assassinado da CBS, George Polk Relembrando o jornalista assassinado…

Veja: Como estão a ser gastos os fundos da UE e se é suficientemente transparente?

Nesta edição de Bruxelas, meu amor?, discutimos tudo sobre o dinheiro da…

8 detidos em ataques antiterroristas de âmbito nacional na Bélgica

Bruxelas — Policiais da Bélgica prenderam oito pessoas durante operações de contraterrorismo…

Enviado de Biden para o Irã de licença, diz que sua “autorização de segurança está sob revisão”

ARQUIVO: Robert Malley, enviado especial do governo Biden para o Irã, espera…